Viviane Régio Argemi

Tempos Malucos, Modos Esquisitos – Viviane Régio Argemi
O futuro preocupou-se.
O presente aproveita.
O passado às vezes tenta retornar.
Apenas o presente segue uma lógica.
Futuro e passado querem estar no presente.
O presente tenta seguir pelo futuro, mas no presente.
O futuro passa pelo presente em preocupação.
O passado anda no agora pela recordação.
Pretérito-mais-que perfeito mais que acabado.
Pretérito imperfeito sequer ocorrido.
Pretérito perfeito, não digo satisfeito, mas sabe que é finito.
Futuro do presente pretensão possível.
Futuro do pretérito – sonho que, ao nascido, foi abafado, rejeitado e suprimido.
Apenas o presente é apenas presente e sabe o seu lugar.
Mas também não é de ferro, os demais tempos tentam confundi-lo.
De outra tribo, pessoas singulares e plurais observam com desejo.
Desejo de estarem no tempo certo, com o verbo e modo certo.
A incerteza produz ambiguidades que só o contexto irá esclarecer.

(Viviane Régio Argemi)
Veja outros Versos de Visitantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *