Cora Coralina

Cora Coralina

Cora Coralina foi uma poetisa e contista brasileira. A escritora, considerada uma das mais importantes do Brasil, teve seu primeiro livro publicado em junho de 1965, quando já tinha quase 76 anos de idade, apesar de escrever seus versos desde a adolescência.

Principais Poesias de Cora Coralina

Mascarados

Saiu o Semeador a semear Semeou o dia todo e a noite o apanhou ainda com as mãos cheias de sementes. Ele semeava tranqüilo

Leia a Poesia »

Biografia

Cora Corolina era uma mulher simples, que viveu longe dos grandes centros urbanos, alheia a modismos literários. Produziu uma obra poética rica em motivos do cotidiano do interior brasileiro, em particular dos becos e ruas históricas de Goiás. Começou a escrever os seus primeiros textos aos 14 anos, publicando-os posteriormente nos jornais da cidade de Goiânia, e nos jornais de outras cidades.

Dona de poderosas palavras, Cora escrevia com simplicidade e seu desconhecimento acerca das regras da gramática contribuiu para que sua produção artística priorizasse a mensagem ao invés da forma.

Cora Coralina recebeu o título de Doutor Honoris Causa da UFG (Universidade Federal de Goiás) (1983). E, logo depois, no mesmo ano, foi eleita intelectual do ano e contemplada com o Prêmio Juca Pato da União Brasileira dos Escritores. Dois anos mais tarde, morreu. Sua principal obra, Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais, foi aclamada em 31 de janeiro de 1999 através de um seleto júri organizado pelo jornal O Popular, de Goiânia, uma das 20 obras mais importantes do século XX. Enfim, Cora torna-se autora canônica. Postumamente, em 2006 , ela recebeu a condecoração de Ordem do Mérito Cultural.