Caio Fernando Abreu

Caio Fernando Abreu

Caio Fernando Loureiro de Abreu foi um dramaturgo, jornalista e escritor brasileiro. Apontado como um dos expoentes de sua geração, a obra de Caio Fernando Abreu, escrita num estilo econômico e bem pessoal, fala de medo, morte, sexo, e, principalmente, da solidão.

Principais Poesias de Caio Fernando Abreu

Biografia

Caio Fernando Abreu estudou letras e artes cênicas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), mas abandonou ambos os cursos para trabalhar como jornalista de revistas de entretenimento, tais como NovaMancheteVeja e Pop, além de colaborar com os jornais O Estado de S. Paulo, Correio do PovoZero Hora e Folha de S.Paulo.

Seu primeiro romance, Limite branco (1970) possuia marcas que iriam acompanhar sua tragetória: a angústia diante do devir e a morte como certeza no final da jornada. Segundo sua perspectiva literária, a vida deve ser buscada continuamente.

Caio Fernando Abreu viveu intensamente a época da ditadura. Em suas obras literárias, o autor buscava inspiração em momentos importantes de sua vida, fazia uma releitura rápida, porém despercebida de seu modo de pensar, a maioria de suas criações e personagens retratavam um modo cinzento e triste de viver, na busca inquietante pela felicidade.