Versos… não
Poesia… não
um modo diferente de contar velhas histórias

Outras poesias do mesmo autor(a):

Mascarados

Saiu o Semeador a semear Semeou o dia todo e a noite o apanhou ainda com as mãos cheias de sementes. Ele semeava tranqüilo

Leia a Poesia »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *