Não desças os degraus do sonho
Para não despertar os monstros.
Não subas aos sótãos – onde
Os deuses, por trás das suas máscaras,
Ocultam o próprio enigma.
Não desças, não subas, fica.
O mistério está é na tua vida!
E é um sonho louco este nosso mundo…

Outras poesias do mesmo autor(a):

I

Escrevo diante da janela aberta. Minha caneta é cor das venezianas: Verde!… E que leves, lindas filigranas Desenha o sol na página deserta! Não

Leia a Poesia »

*

Um bom poema é aquele que nos dá a impressão de que está lendo a gente … e não a gente a ele!

Leia a Poesia »

Os Poemas

Os poemas são pássaros que chegam não se sabe de onde e pousam no livro que lês. Quando fechas o livro, eles alçam vôo

Leia a Poesia »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *