Drumundiana

(Paródia do poema “José”, de Carlos Drummond de Andrade.) e agora maria? o amor acabou a filha casou o filho mudou teu homem foi pra vida que tudo cria a fantasia que você sonhou apagou à luz do dia e agora maria? vai com as outras vai viver com a hipocondria * som alto vento na […]

O Bordado Cruel

Quando era noite, atrás daquela porta, junto a uma vela duas velhas riam Matando aos poucos uma aranha torta. E a alegria que elas dividiam Poucos tiveram já no mundo um dia, Mas os que a achavam sempre a bendiziam. Cheia de medo, a criatura fria Dançava horrível rente de uma chama Que lentamente o […]

Amor

Um pouco cansada, com as compras deformando o novo saco de tricô, Ana subiu no bonde. Depositou o volume no colo e o bonde começou a andar. Recostou-se então no banco procurando conforto, num suspiro de meia satisfação. Os filhos de Ana eram bons, uma coisa verdadeira e sumarenta. Cresciam, tomavam banho, exigiam para si, […]

Precisa-se

Sendo este um jornal por excelência, e por excelência dos precisa-se e oferece-se, vou pôr um anúncio em negrito: precisa-se de alguém homem ou mulher que ajude uma pessoa a ficar contente porque esta está tão contente que não pode ficar sozinha com a alegria, e precisa reparti-la. Paga-se extraordinariamente bem: minuto por minuto paga-se […]

O Mundo é Grande

O mundo é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar.

Necrológio dos desiludidos do amor

Os desiludidos do amor estão desfechando tiros no peito. Do meu quarto ouço a fuzilaria. As amadas torcem-se de gozo. Oh quanta matéria para os jornais. Desiludidos mas fotografados, escreveram cartas explicativas, tomaram todas as providências para o remorso das amadas. Pum pum pum adeus, enjoada. Eu vou, tu ficas, mas nos veremos seja no […]

Caso do Vestido

Nossa mãe, o que é aquele vestido, naquele prego? Minhas filhas, é o vestido de uma dona que passou. Passou quando, nossa mãe? Era nossa conhecida? Minhas filhas, boca presa. Vosso pai evém chegando. Nossa mãe, esse vestido tanta renda, esse segredo! Minhas filhas, escutai palavras de minha boca. Era uma dona de longe, vosso […]

Não se mate

Carlos, sossegue, o amor é isso que você está vendo: hoje beija, amanhã não beija, depois de amanhã é domingo e segunda-feira ninguém sabe o que será. Inútil você resistir ou mesmo suicidar-se. Não se mate, oh não se mate, reserve-se todo para as bodas que ninguém sabe quando virão, se é que virão. O […]

Canção

O peso do mundo é o amor. Sob o fardo da solidão, sob o fardo da insatisfação o peso o peso que carregamos é o amor. Quem poderia negá-lo? Em sonhos nos toca o corpo, em pensamentos constrói um milagre, na imaginação aflige-se até tornar-se humano – sai para fora do coração ardendo de pureza […]

A ORIGEM DA ÁGUA

Dizem que os peixes não têm Expressão Os peixes estão todos Tristes Trafegam a água De cá para lá De lá para cá No constante de Carregar o mundo Sem os peixes Tão tristes As correntes Cessariam Ninguém se pergunta De onde vem a água? Ninguém desconfia Que os peixes choram?