Sobre o site

A Magia da Poesia é um Repositório Digital de conteúdos culturais, educacionais e artísticos. A filosofia da sua criação está alinhada ao movimento de Acesso Livre (Open Access) à literatura científica, que deu origem a várias declarações e recomendações, das quais se destacam a Budapest Open Access Initiative e a Declaração de Berlim sobre o Acesso Livre ao Conhecimento. Valorizamos e respeitamos o nosso Patrimônio Cultural, espalhando poesia sem erros ou falsas autorias com referências bibliográficas.

A Magia da Poesia é referência para os amantes da poesia em Português, desde 1999. Temos aproximadamente 50 mil pessoas em nossas redes sociais (Facebook | Twitter | YouTube | Instagram), mais de 30 mil cadastrados para receber nossas atualizações por e-mail as atualizações e uma média de 5 mil visitantes por dia:

stats

Veja mais detalhes sobre o perfil dos nossos visitantes:

perfil-do-visitante-do-site-a-magia-da-poesia


Em 2012, o total de visitantes únicos ultrapassou pela primeira vez a marca de um milhão em apenas um ano, e ficamos entre os 3 finalistas do maior concurso de blogs do Brasil da época, o “Top Blog”.

2012amdp1milhao


Em 2020, saiu um vídeo inteiro sobre este projeto no maior canal para escritores do Youtube BR, o Ficçomos: clique aqui para ver o vídeo.

  • Histórico

A Magia da Poesia teve início como uma página pessoal apenas com meus poemas, para testar conhecimentos de html, em 1999. Nos primórdios da internet, época dos Livro de Visitas , hpg, geocities, antes de surgir o Orkut… Eu não sabia o que colocar de conteúdo nela, então tentei meus versos, que estava começando a escrever na época (isso me estimulou, inclusive, a escrever). Depois, achei melhor postar meus poemas em um blog em separado deste projeto. O número de acessos foi aumentando e segui tentando melhorar e profissionalizar o site: novo domínio, novas tecnologias, mais poetas famosos, mais investimento financeiro, mais redes sociais etc.

  • Poesia por quê?

Explico um pouco porque acho tão importante a poesia nesse meu texto para o Papo de Homem. Além do que falo lá, acredito que ela é a minha forma de tentar deixar o mundo um lugar um pouco melhor e mais bonito. E este site é a melhor forma de dividir minha maior paixão contigo. Seja através de meus próprios versos ou de minha seleção de poemas de grandes poetas.

Além disso, a poesia salva vidas. Várias pessoas “perdidas” se encontram, se entendem, se acalmam, se sentem com voz ao lerem seus sentimentos expressados na forma de poemas. Tenho vários e-mails impressos aqui e guardados para eu mesmo não me esquecer disso. E comentários. Além disso, participamos orgulhosamente de campanhas como a “Poematerapia”, onde a poesia mostra como é importante ao melhorar, na prática, a vida de pessoas em presídios, hospitais, escolas etc. (saiba mais aqui)

  • Por que manter este site?

Venho priorizando a qualidade em cada parte do site. Percebi que esse é o nosso diferencial. Passei a conferir em livros antes de publicar cada texto (se achar qualquer texto sem referência duvidoso, avise que checarei). Conferir é necessário pois textos errados e falsas autorias se espalham por outros sites mais descuidados, blogs e redes sociais na internet… Espalhar qualquer texto errado ou sem a autoria correta destrói nosso patrimônio cultural, já tão pouco valorizado. Desrespeita o escritor e o leitor.

Aliás, a péssima qualidade dos sites sobre poesia bem colocados no Google é hoje o grande motivador deste projeto. Os contatos com a equipe do Google que tentei foram inúteis. As denúncias de SPAM pelo próprio site do Google idem. Me é agoniante ver que quem procura poesia no Google acaba se desinformando, recebendo – sem meias palavras – lixo. E muita gente procura: a internet só faz crescer e se popularizar e a opção de achar poesia em livrarias é quase nenhuma.

  • Por que e como ajudar?

Sua colaboração, divulgação e participação neste site são fundamentais. Se você acredita nos mesmos valores que eu, comente, compartilhe com seus amigos, participe de nossas redes sociais para receber nossas atualizações. Se tiver um site ou blog, você também pode ajudar compartilhando nosso link. Foi assim que crescemos!

Agradeço o carinho que venho recebendo nos comentários e e-mails recebidos, principalmente de professores, que utilizam nosso material para espalhar a semente da poesia em jovens e crianças. Graças a vocês todos é que os acessos não param de crescer. 

OBS.: Já tivemos uma lojinha com produtos ligados à poesia. Ainda há camisetas. Caso queira, entre em contato.

  • Por que teve anúncios nas páginas?

Por causa dessa grande quantidade de visitas no site, houve uma infinidade de problemas com hospedagem e tivemos que nos mudar para um servidor mais potente. Salvamos o site, mas tivemos que mudar para um servidor dedicado só pro nosso site, muito mais caro, mas que consiga manter o site no ar e com uma boa velocidade de carregamento das páginas. Por isso, voltei com os anúncios.

Além disso, para lutar contra os sites divulgadores de poesia errada, investi meu tempo e dinheiro para ir até outra cidade fazer um curso de SEO (Search Engine Optimization) para tentar melhorar nossa colocação no Google. Não ajudou muito. Por muito tempo, usei o dinheiro dos anúncios do Google Adsense para pagar a hospedagem, anúncios no Google Adwords e no Facebook de forma que mais pessoas buscando poesia cliquem aqui na Magia da Poesia, em vez de em sites bem colocados no Google mas cheios de erros.

Em 2020, com a ajuda do poeta e amigo André Fernandes Branco, mudei do poesiaspoemaseversos.com.br para o endereço no wordpress ( poesiasemerro.wordpress.com – uma trabalheira danada e perdemos muitas das imagens, mas conseguimos), sem gastos com hospedagem nem anúncios aqui para os visitantes (exceto os do wordpress gratuito) e com a paz da garantia do projeto seguir online mesmo depois que eu morrer. Porém, despencamos nos rankings do Google e o site estava com um problema insolúvel de incompatibilidade da versão do wordpress com o servidor russo, tive que mudar tudo de novo, voltar a pagar pela hospedagem e voltei com anúncios. Isso tudo no mesmo ano.

Um grande abraço,

Fabio Rocha

OBS.:  A logo da Magia da Poesia (utilizada de 1999 até 2013) foi esta:

a-magia-da-poesia

Ela era parte do design do site original (fabiorocha.com.br), na mudança para o novo domínio na plataforma WordPress. O design original (abaixo) foi desenvolvido por Mel Toledo.

a-magia-da-poesia-design-antigo-mel-toledo

 

Em 2014, o publicitário Rodrigo Santos desenvolveu a nova logo para o site em poesiaspoemaseversos.com.br e a mantivemos no wordpress :

logo-a-magia-da-poesia-novo-poesia-sem-erros
 

33 respostas

  1. Oi, Fábio, gostei muito do seu site e pretendo voltar mais vezes! Bacana a sua iniciativa de lutar contar as falsas autorias, isso também sempre me incomodou muito, mesmo antes quando ainda não escrevia. Creio que o autor e o leitor merecem respeito, como você mesmo disse! Parabéns! Abraços!

  2. Não sei onde comentar sobre esse assunto, mas vai ter que ser aqui, gostei muito das suas explicações sobre a sobrevivência do site, suas justificativas são convincentes, vc é mesmo um apaixonado por poesias, e pela qualidade do que publica, com certeza ajuda muitas pessoas, adoro ler as poesias no meu email. Me alegra saber que vc tem uma alma tão nobre. Obrigada, sua admiradora Raquel

  3. Poeta Fábio Rocha: que a tua vida seja repleta das bençãos multiplicadas que você distribue.
    E que você seja iluminado cada vez mais por esta luz…
    És merecedor de todas as mensagens recebidas, o que tenho eu a mais a te dizer?
    Continues sempre, sempre a nos encantar com poemas tão lindos!
    Adoro seu site !…. Um canto encantado!..
    Abraço…

  4. Já vi sobre você na Internet, interessante! estou procurando um poema ou poesia de Carlos Drummmond de Andrade para colocar na pagina inicial do meu Blog, muito bom parar no teu site. Abraços

  5. Não faz tanto tempo que descobri seu site e, gostei muito. Deixo aqui uma sugestão: Colocar a biografia dos poetas, antes dos poemas. Está de parabéns!

  6. Oi, Ana, obrigado. De que tradução você fala? Sempre que eu descubro o tradutor coloco nos créditos direitinho. Até mesmo quando sou eu que faço tradução livre.

  7. Oi, no face Cheiro de Alecrim vi uma poesia que diz ser de Fernando Pessoa
    “Tenho amigos para saber quem eu sou, pois vendo-os loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a normalidade é uma ilusão imbecil e estéril.”
    Mas depois achei parte de uma frase atribuida a outra pessoa. Gostara de saber como posso saber ao certo se é ou não de F. Pessoa.
    https://www.facebook.com/416291561778634/photos/a.416486618425795.96624.416291561778634/416813568393100/?type=3&theater

    Obrigada

  8. Fábio amei sua poesia fico a pensar que seria de nós ricos viventes se não temos beleza de versos que aliviam esta realidade até cômica pra não dizer terrível. Ver flores ,estrelas, brisa do mar . Luz sabedoria bondade solidariedade amizade amor e principalmente ter um tempo para meditar e falar cm deus.

  9. Saúde, prezado Fábio Rocha, gostaria de saber se este site continua ativo. Saudações do Hélio Soares Pereira. Brasília, DF.

  10. Saudações aos leitores e ao autor Fábio Rocha, sua iniciativa é um exemplo para os que chegam na poesia e encontram honestidade e sinceridade nas palavras lidas aqui. Parabéns pelo seu empenho e trabalho. Começo agora a fazer parte dos seus seguidores e vou procurar deivulgar com meus grupos nas redes sociais e no meu site. Abraços!

  11. Fábio: comungo de seus pensamentos e sempre venho aqui , nesta fonte tão bem cuidada, buscar desta água ! Obrigada!

  12. Boa tarde Fabio, meu nome é Josemar Barboza da Costa, adorei este site, tenho um podcast de poemas na plataforma ANCHOR , que distribui em diversas plataformas tais como Spotify , dentre outras, no podcast recito poesias de diversos autores, tanto famosos como totalmente desconhecidos. Gostaria de saber se vc também publica poemas de escritores desconhecidos, vou te mandar esse que fiz hoje e que como tive uma boa receptividade, quero compartilhar com vc

    Poema para ela

    Um dia eu a conheci
    Meus olhos brilharam
    Chorei muito
    Vislumbrei ali
    A mulher que eu amaria eternamente
    O olhar carinhoso
    O jeito de me tocar
    O aconchego
    Tudo nela me fazia crer
    Que eu estava no lugar certo
    Na hora certa
    Ela fez a vida nascer em mim
    Eu nasci nela
    Somos um
    Somos únicos nessa gangorra chamada vida
    Um dia ela se foi…
    Não, ela nunca se foi
    Ela está tão presente
    Que mesmo sem a sua presença física
    O seu cheiro,
    Sua voz,
    Continuam a perfumar
    E a transcender
    O significado da vida…

    Josemar Barbosa
    Desde já grato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.