Lucas Trindade

Versos a ti – Lucas Trindade

Tenho que admitir
que te desejo
quando te abraço,
quando te beijo
Não é o desejo físico
mas não deixa de ser
é o de compartilhar a alma
o de contigo viver
Cada dia contigo
é um enorme desafio
não por ser difícil
mas por ser incrível.

(Lucas Trindade)

*

Tarde de quarta

Linhas em ré menor
versos pintados,
um azul-semi-celeste.
palavras com gosto
de menta ciano e céu
na minha mão um pequeno
lápis, cinza claro
tentando expressar
sentimentos e pensamentos
escrevendo palavras,
apenas,
e não pequenas
podem ser curtas,
algumas.
São verdades mal contadas
e mentiras verdadeiras
são meus vãos pensamentos
de uma má compreensão
norteado com sentimento
simples letras escritas a mão.

(Lucas Trindade)

*

Soneto do exagero

Vejo você de vestido Amarelo
com o belo sorriso que só você tem
nesse nosso universo paralelo
belo. Sem precisar de mais ninguém

Oh musa do cabelo caramelo!
És tu quem merece todo meu amor
dona desse jeito meigo e singelo
e dessa beleza que inveja a flor

Tu não sabes como eu me desespero
fico muito bobo, muito nervoso
tolo eu, por ser assim contigo perto

Quero declamar-te um verso sincero
faria isso gritando com muito gosto
a ti, meu paraíso descoberto.

(Lucas Trindade)

Veja outros Versos de Visitantes

Uma resposta

  1. Oi, Lucas. Gostei muito dos teus poemas. Especialmente dos de amor: são leves e ao mesmo tempo vivos e intensos… Parabéns! Publique mais! Abraço, Eleonora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *