Cortar o tempo em fatias – Não é Drummond

CORTAR O TEMPO EM FATIAS

Seguindo a dica de uma leitora, que se lembrava da publicação de Roberto Pompeu de Toledo na revista Veja, pesquisamos na rede e encontramos mais essa falsa autoria, atribuída a Drummond em vários sites descuidados: Globo, Isto é, Wikiquote e, claro, como não poderia deixar de ser, o maior contribuidor para textos errados na internet, o Pensador.

Pelo Google Books, notei a citação de um trecho do poema erroneamente atribuída a Drummond em dois livros publicados também, e na própria revista Veja! Será que ninguém confere mais nada em livros? Segue o texto completo com autor correto:


CORTAR O TEMPO

Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez
com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente…

( Não é de Drummond! )

OBS.: No caso dessa falsa autoria, a confusão pode ter se originado porque Drummond tem um poema sobre o ano novo, o Receita de Ano Novo.

Fontes da pesquisa, confirmando a falsa autoria:

10 respostas

  1. Fabio, so uma observacao, so a primeira parte, ate’ “vai ser diferente…” , e’ que e’ do Toledo. O restante, acrescentaram.

  2. Li o texto, duvidei, agora tiro a prova. Sites como o seu deveriam ter todo apoio dos provedores, sem custo. FAVORITO com certeza

  3. Olá! Uma amiga mandou para mim um pequeno texto como sendo de Drummond mas acredito que é de Vilma Galvão. Estou certo????

    Texto:
    “Gostaria de te desejar tantas coisas.
    Mas nada seria suficiente.
    Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.
    Desejos grandes.
    E que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua felicidade!”

  4. Olá! Já enviei este poema para amigos e, em viradas de ano, o publiquei em minha rede social, atribuindo a autoria ao Drummond… Me sinto como quem foi enganada, como quem caiu num golpe, um pouco ridícula…Enganada, também, por mim mesma pela falta de sensibilidade que me fez ignorar o estilo do autor.
    Mas agora, feliz por descobrir seu site. Agradeço por, além de estar fazendo justiça aos autores, impedir que pessoas leigas como eu possam estar difundindo erros.

  5. Eu estava em mente que era de Drummond justamente por ter recebido com autoria incorreta, então estranhei quando vi sendo de autoria do Toledo… Esse texto deixou bem claro. Agradeço muito por esclarecer essa dúvida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *