O Vento – Mario Quintana

O Vento

O vento gosta é de cantar. Quem faz uma letra para a canção do vento?

Mario Quintana )
(Poema publicado originalmente no livro Da preguiça como método de trabalho, retirado de Poesia Completa – Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2005, p. 648)  

8 respostas

  1. Amigo Fábio : minha escrita é humilde… Fiz a poesiasinha dedicada aos meus ex-colegas de fábrica, operários metalúrgicos de São Paulo e do A.B.C. , nas décadas de 60,70 e no ano de 1.980…
    “PEÃO”

    Não pode ganhar força a intenção
    que o viço deva à vida animar…
    mesmo aquele que a si mesmo se dá
    pode em seu próprio eixo rodopiar…
    e, se caso, o intencional for,
    a expectativa de ser
    o próprio eixo, em torno de si ?

    Se a mera vida fora como era,
    como dar-se conta
    de que a si próprio gira,
    a rodopiar-se pela vida afora ?

    Como em caminho novo dar ?

    Muito grata, de coração a você, por suas poesias e seus vídeos, são a universidade, para mim, eu que nunca tive numa universidade …
    Afeto sempre grato a você, Fábio ! Sua aprendiz, Delma .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *