Cidadezinha Qualquer – Drummond

Cidadezinha Qualquer

Casas entre bananeiras
mulheres entre laranjeiras
pomar amor cantar.

Um homem vai devagar.
Um cachorro vai devagar.
Um burro vai devagar.

Devagar… as janelas olham.

Eta vida besta, meu Deus.

Carlos Drummond de Andrade )
(Poema digitado e conferido por mim mesmo em 10 de setembro de 2012, publicado em Antologia Poética – 12a edição – Rio de Janeiro: José Olympio, 1978, p. 34)

Vídeo com o poema falado por Tom Zé:

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=qhDMqHs9S5w]
http://www.youtube.com/watch?v=qhDMqHs9S5w

0 resposta

  1. Sim , e o que mais tem na internet é esse poema com 3 estrofes, sendo que ele possui 4, i exatamente da maneira que você postou!

  2. Agora entendo porque foi tão bem amigo no TOPBLOG parabéns espaço muito bom divulguei pelo mundo online sou fã do TOM ZÉ e Drummond então nem se fala…abraços…sucesso….fuiiiiiiii

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *