Contribua

Se vê valor neste trabalho de recuperação do nosso patrimônio cultural e pode ajudar, faça parte de nosso time de benfeitores e deixe seu nome na lista aqui embaixo.

Entre em contato: fabiorochapoeta@gmail.com

 

Já contribuíram ou contribuem para este projeto (ordem alfabética):

– Alcimar L. Carvalho
– Ana Margarita Cordeiro
– Ana Teresa Mello Fiuza
– Andrea Ito
– Anelise Rech
– Angela Lucas Brandao
– Angélica Pereira
– Antônio Carlos Pacheco
– Arnaldo Filho
– Aspásia Cristina Soares
– Associação Ítaca de Ensino
– Aurinea Pinheiro
– Aziz Miguel Filho
– Carmen Sílvia Maurício Zedron
– Cibele Bacellar
– Claudia de Souza
– Claudia Yoshida
– Denise Mattar
– Diogenes Davanzo
– Eliumar Silva
– Elza Rocha
– Erivelton Costa
– Eunice Velloso
– Fátima Brito
– Fernanda Fraga
– Fernando Rabelo
– Francisco Martins de Sousa
– Genilda Rodrigues
– Janaina Staciarini
– José Carlos Campos Velho
– Jose Flavio Bueno Fischer
– José Henrique Freitas
– Leila Macedo
– Lidia Pereira Varjão
– Luiz Carlos Martins de Oliveira
– Luiz Marques
– Marcia Zulian
– Margarete Schiavette
– Maria Anjos
– Maria Auremir Medeiros Almeida
– Maria Cristina Guimarães Pimentel
– Maria das Graças Coelho Simões
– Maria Helena Veiga
– Maria Margarita Ahumada
– Maria Marise Freire
– Mariângela Costa
– Marilania Mozzer Rocha
– Marta Silva
– Michelle Ferretti
– Michelle Matias Cardoso Ferretti
– Milton Luis Claudino
– Mirian Tavella
– Renata Oliveira
– Rita Viana Gonsalves
– Roberta Nogueira
– Romilda Barreto
– Samuel Sid
– Sandra Abreu
– Solange Moura
– Solange Queiroz
– Taísa Brosler
– Ten. Saucha
– Zeferina Oliveira

0 resposta

  1. Quando a gente vai ficando desanimada, achando que, mais dia menos dia, a Poesia vai ser desnecessária, dispensável, inútil, descartável e líquida, como estão ficando no mundo de hoje as relações de amor, ternura e bem-querer, encontra assim, sem mais nem menos, um site A Magia da Poesia. Nele um poeta, ele mesmo um deles, publica poemas imortais, revisados, para não conter erros na linguagem ou autorias indevidas. Aí, não sei se é porque também pertenço à fraternidade, me dá uma alegria e saio cantarolando: Nem tudo está perdido! Fábio Rocha toma conta da Poesia para nós e já publicou 17 livros seus, gratuitamente, em seu blog. Com ele tenho mergulhado no prazer de rever antigas paixões poéticas, como Cecília, Cora Coralina, Neruda, Vinícius, Bandeira, Frost, Thoreau, Mallarmé, João Cabral, Keats, Drummond e outros monstros sagrados que enchem nossas vidas de esperança e luz. "A História conta a vida como foi, a Poesia como poderia ter sido". Heródoto. A Magia da Poesia tem uma página aqui no Facebook. Quem quiser dar uma espiada, como quem não quer nada, prepare-se…ela vai lhe fisgar! Ao voltar me conte, se com você acontece o mesmo que comigo: eu me sento com um livro de poemas e ao me levantar sou uma pessoa completamente diferente. Sinto saudades de lugares aonde nunca fui, me aventuro por mares nunca dantes navegados, descubro sentidos que nem sabia que tinha e por ai vai. A Magia da Poesia é contagiante! Use sem moderação. E deixe ao alcance das crianças. Boa Viagem! Valmira.

  2. A Magia da Poesia é um site fantástico para mim. Sou uma apaixonada pela poesia. Amo-a “como se ama alguém querido”! Tenho lido toda a poesia que me tem sido enviada por e-mail, sou portuguesa e vivo em Portugal. Luisa

  3. Até pouco tempo não lia muitas poesias, até que no face, iniciei o hábito de lê-las, já havia lido alguns poetas célebres, como Drummond. Fernando Pessoa, Pablo Neruda e outros ,mas era não habitual. Gosto de poesias e as leio, agora, com maior frequência .A poesia me faz viajar entre os versos e rimas a sentir-me envolvida como se eu fosse a personagem principal das motivações dos poetas. Néa Pilar

  4. Estou depositando a minha contribuição iniciada em R$ 50,00 (cinquenta) reais, parabenizando Fabio Rocha pela excelente iniciativa.

  5. Embalo-me lendo os poemas do Fabio Rocha e mesmo sendo igualmente poetisa quanto mais leio os seus poemas, mais quero ler pois ajudam a visitar locais reconditos escondidos na nossa imaginacao e por vezes nao tendo a certeza de termos passado por esses lugares, relemos os mesmos poemas ao minimo detalhe, pelo que aproveito para felicitar a sua capacidade e mestria de escrever sempre bem e melhor e sobretudo por ter conseguido corresponder as expectativas dos que leem o que escreve. Parabens!

    Alda Barros, Escritora Santomense

  6. Gostaria de saber de qual livro de Clarice Lispector é a seguinte frase: ““Sejamos como a primavera que renasce cada dia mais bela… Exatamente porque nunca são as mesmas flores.”
    Aguardo retorno, obrigada.

  7. Olá Fábio, eu sou professora, sou fanática por poesia está semana comprei uma livro “Verniz da Casa” de Andre Pesilva uma magia de livro que muito tempo não lia algo parecido. ta ai a dica Verniz da Casa.
    Parabéns, pelo site!
    Beijo!
    Att,
    Magilyn Magilyn Van Linne

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *