A bunda na poesia e nos desenhos de Serpieri

Recomendamos o belo post de Victor Lisboa no Papo de Homem.

Uma amostra. 🙂

0 resposta

  1. Eu e minha careca de ferro somos eternos e incorrigíveis apaixonados pela bunda, quero dizer pela poesia, ou melhor pela bunda, digo pela poesia, não, não pela bunda mesmo, ou seria pela poesia,…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *