Alguns Toureiros – vídeo do poema na voz de João Cabral

Alguns Toureiros

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=uhvOFv-yDqo]

Leia mais João Cabral de Melo Neto

joao-cabral-de-melo-neto-2

0 resposta

  1. Quando ouvimos esta leitura que João Cabral faz de seu próprio poema, aprendemos como “ler” a poesia de João Cabral. E ela é de uma espantosa simplicidade: mas só para quem souber traduzi-la em “som”, em “fala”, como ele faz neste seu poema. Aliás, nenhuma poesia faz sentido se as “letras” que lemos não forem transformadas em “som vocal”. O poema escrito é como uma partitura musical: sem a interpretação do músico (no caso, do leitor), não acontece nenhuma música, e não acontece nenhuma poesia. A partitura não faz sentido, o poema não faz sentido. É como um cego “olhando” uma linda exposição de pinturas. Parabéns pelo site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *