Ganhar Dinheiro pela Internet – Programas de Afiliados ou Adsense?

Ganhar Dinheiro pela Internet – Programas de Afiliados ou Adsense?

Como explico aqui, nosso objetivo primário nunca foi ganhar dinheiro com o site. Porém, no ar desde 1999, com custos crescentes, acabei tentando e ganhando alguma experiência. Pretendo aqui repassá-la.

Primeiramente, desconfie de todo site que recomenda programa de afiliados como se fossem maravilhas, dinheiro rápido, etc. Em geral, estes sites ganham por afiliação – ou seja: querem te convencer a se afiliar para que ELES ganhem dinheiro rápido. Não acredite cegamente, mesmo com imagens assim:

ganhar-dinheiro-pela-internet-mulher-de-vermelho

Ganhar dinheiro mole: Yeah!

Também pense sempre em seu visitante. Busque anúncios que tenham a ver com o seu site. E não encha as páginas de anúncios, mesmo que seu objetivo maior seja ganhar dinheiro… Muito melhor um anúncio interessante que gere um percentual alto de cliques ou vendas, do que trocentos anúncios onde ninguém clica.

Também não gosto dos banners enormes no meio do texto das postagens. Mesmo que rendam mais cliques, acho que atrapalham demais a leitura dos visitantes. Mas isso é uma opinião pessoal, grandes blogs de sucesso usam isso.

Listarei minhas impressões com cada programa de afiliados abaixo (note que não há link para nada exterior ao site – não estou ganhando nada com isso):

  • Afiliados Submarino – Respondiam aos e-mails, no início. As vendas foram crescendo e chegou a vender R$ 5.000 por mês (a maioria em livros), pagando em comissão uns R$ 200 (o que sempre me pareceu pouco, percentualmente). Juntamente com o Google Adsense, foi a parceria mais duradoura e começou a cobrir os custos do site e até a dar algum lucro. Até que um dia eu mesmo comprei produtos e não registraram a venda, nem me deram a comissão. Não responderam aos e-mails que mandei sobre isso durante meses (a essa altura eles já deviam ter vendido através da Magia da Poesia pelo menos uns R$ 50.000 reais, pelos meus cálculos). Considerando tanto desleixo nas respostas, pensando na satisfação dos meus visitantes (problemas nas entregas deles e das Lojas Americanas), foi um prazer terminar a parceria. Em 2012, ainda descobri mais esse escândalo.
  • Google Adsense – Várias vantagens: Paga por clique e não por venda. Efetua o pagamento sem problemas. Tem ótimas dicas para melhorar o desempenho dos anúncios. Porém, para sites de poesia como este, o CTR e CPC são sempre muito baixos… Para ganhar dinheiro mesmo, você deve falar em ganhar dinheiro pela internet, ou outro assunto muito procurado no Google. 🙂 Mas uso ainda.
  • Hotwords – Uma luta pra instalar e nunca funcionou. O atendimento até que era bom. Mas você passava o mouse sobre uma palavra do tipo “casa” e apareciam anúncios tipo “compre um helicóptero”. Logo, não rendia absolutamente nada que valesse a pena, e eu ainda achava que estragava os textos do site em geral. Outra trabalheira para retirar os códigos do html do site…
  • Afiliados Buscapé e Bondfaro – Lomadee – Tentei com o Buscapé e não rendia nada. Tirei os links. Um tempão depois, em 2012, vi em algum lugar que a Lomadee tinha assumido o programa de afiliados deles e melhorado. Fui logar e não lembrava a senha. Pedi ajuda por e-mail e semanas depois responderam dizendo que meu site não se enquadrava em suas políticas. Resta rir.
  • Afiliados Livraria Cultura – Testei recentemente. Percentual de comissão menor ainda que a do Submarino, mas tentei. Comprei um livro pra testar e entregaram até rápido. Só que percebi que eu só ganhava comissão quando eu mesmo comprava. Parece piada, mas de uns 300 mil visitantes, nunca houve nenhuma venda comissionada. Exceto quando eu mesmo usava para comprar livros e testar. Achei impossível tanta visita e ninguém ter comprado nada e tirei os links.
  • Afiliados Mercado Livre – Tentei há séculos atrás e não rendia nada. Tirei os links. Tentei de novo este mês e não ganhei um centavo, mas das 500 pessoas que clicaram, uma comprou algo e foi registrado. Ou seja: funciona. (Melhor que a Livraria Cultura). Mas a principal razão de manter no site é por considerar que facilita a vida do visitante. Além disso, eu mesmo uso o Mercado Livre para comprar e vender coisas, e gosto da ideia deles, de intermediar transações entre pessoas, dessas vendas poderem ajudar alguém pequeno, vendendo livros usados em vez de uma dessas empresas enormes, milionárias, que tratam tão mal parceiros e clientes… Acho que é uma das raras parcerias onde fica bom para todos, mesmo não rendendo basicamente nada. Em 2013, acabaram com o programa. Aparentemente, era um fracasso generalizado, não apenas na Magia da Poesia.

melhores-programas-afiliados-do-brasil
Ganhar Dinheiro pela Internet – Programas de Afiliados ou Adsense?
Conclusão (para o meu caso): Se não fosse o Google Adsense, A Magia da Poesia não seria quase auto-sustentável… Programa nenhum de afiliados valeu a pena.

Post aproveitado e atualizado aqui em meu blog sobre administração de empresas.

OBS.: Em 2016, tentei de novos afiliados, ainda testando, através do sistema cityads, outra bosta. Uma promoção que tinha a ver com meu público alvo chegou a meio milhão de pessoas e os números de hits e visualizações e vendas totalmente sem sentido me deram uma comissão de 30 e poucos reais. Continua uma piada os sistemas por CPA. Para completar, só depois fui ver que o mínimo para pagarem é 300 reais. Ou seja, ainda ficaram com os 30 reais. Em 2017, clickio, outro fracasso.

5 respostas

  1. Isso Eh verdadee gostaria de vender as minhas tenho tantas. Ah mas talvez não seja tão criativas assim. Amooo escrever é o meu fascínio. Me deleito nas palavras. Elas aliviam minha alma quando sofro e choro. As minhas são maioria de dor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *