pesado

durmo pouco

loucos sonhos acordados

um anjo antigo
solene e branco

lindo

demoníaco

voa o vôo que vôo rouco
pela impossibilidade
de tocar o chão

pesado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *