não sou humano

identifico-me com a mão
fechada da anti-mãe
que finge dar
no intuito do receber

não posso querer ser
humano

não precise de mim
que eu preciso
impreciso
afiar meu siso
em seu colo precioso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *