da mudança

nenhuma aventura a contar
e alimentar de risos quentes
meus dias de ar…

no silêncio e só comigo
persigo o ato consciente
de não perseguir nada.

dure o corte de uma espada
um domingo
ou uma vida meditada…

sou apenas
a palavra que apela:
um poema, pelamordedeus
uma estrada…

mudanca

mollycrabapple_dali_mystruggle1
fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *