direto ao que interessa

minha poesia
é um diário
de batalhas perdidas
e musas passadas
(todas presentes)

sou muitos
mutante
fragmentado
coração maior que o mundo
orgulhoso dos pecados

quem quiser ir que vá
vir que venha
sou exatamente o que já era
rindo do que serei

relaxando em liberdade flamejante
extremo as chamas
estendo as asas cadentes
Zorba e Buda

(press start)

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *