da necessidade

creio fielmente na imaginação

nasço quando crio

quando invento, é quente
meu coração frio

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *