Charles Baudelaire

Charles Baudelaire

“Todas as belezas contêm… alguma coisa de eterno e alguma
coisa de transitório – de absoluto e de eterno. A beleza absoluta
e eterna (digamos entre parênteses, o ideal clássico) não existe…
O elemento particular de cada beleza vem das paixões e como
temos as nossas paixões particulares também temos a nossa
beleza”.

(Baudelaire)

Outros textos:

Saiba mais sobre o autor na Wikipedia

Leia mais poemas de grandes poetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *