Saint-John Perse – Anabase (trecho)

Saint-John Perse

Anabase (trecho)

Estabelecendo-me com honra sobre três grandes estações,
auguro bem do solo onde fundei a minha lei.
As armas na manhã são belas e o mar.
Exposta a nossos cavalos, a terra sem amêndoas
traz-nos este céu incorruptível. E o sol não é sequer nomeado,
mas o seu poder está entre nós
e o mar na manhã como uma conjectura do espírito.

Poder, tu cantavas nas nossas estradas nocturnas!…
Nos idos puros da manhã que sabemos nós do sonho, nossa procedência?
Por mais um ano ainda entre vós!
Senhor do grão, senhor do sal, e a coisa pública sobre justas balanças!
Nunca chamarei por gentes doutra margem.
Não traçarei nunca grandes
bairros urbanos pelas encostas com o açúcar dos corais.
Mas tenciono viver entre vós.
No limiar das tendas inteira glória! a minha força entre vós!
e a ideia pura como um sal faz-se pública em pleno dia.

Parado o meu cavalo sob a árvore que arrulha,
lanço um assobio mais puro… E paz àqueles que, se vão morrer,
não chegaram a ver este dia.
Mas de meu irmão, o poeta, tivemos nós notícias.
Mais uma vez escreveu uma coisa muito doce.
E alguns tiveram dela conhecimento…

( Saint-John Perse )

Saiba mais sobre o autor na Wikipedia

Leia mais poetas famosos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *