RÁPIDO

(para Chico Buarque)

ando

trago apenas
uma mochila de vento

reinvento tudo
mudo de lado
grito em pedaços
rio calado

2 respostas

  1. Amei! Na hora que eu li tava ouvindo Chico e sentindo minha mochila de vento massageando as costas que ardem.Delícia. Enchi a alma de arte.:-*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *