AGORA SEMPRE

como o dia mesmo 

penetrasse em tons de perplexidade e mansidão 
eis que respiro lentamente o novo no antigo 
muito além do saber: 
um milagre a cada passo 
na manhã rosada 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *