OLHANDO O MAR 

quando me percebo em esforço 
nadando numa direção 
abro mão da meta 
pego a mão da vida 
e volto a boiar 

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *