TRECHOS PERDIDOS DE UM DIÁRIO ANTIGO (TANTO QUE MUDEI E TANTO QUE FICOU IGUAL…)

domingo, 21 de agosto de 2005

Acabou? Já? Ao menos é um recorde de páginas, mas isso não é um conto. E agora, José?

Sem a menor vontade de escrever… Seria por querer falar pra psicanalista e não aqui? Essa tela me parece fria. Por quê?

Voltei a sentir mais no fim de semana a pressão no peito, o coração acelerado sem motivo…

Fiz massagem relaxante na praia. Pela primeira vez na vida. Dinheiro bem gasto. Nódulos nas costas. Fazer algo que nunca se fez é sempre libertador. No entanto, continuo, com toda Yoga, tenso, com o peito oprimido, sem saber de novo por que.

Algo me diz que é a falta de uma namorada ou um porto seguro no fim de semana que me faça sair disso em que estou, em casa, sem vontade de sair sozinho, mas com vontade de sair acompanhado. E sem comida para fazer e querendo não jantar biscoitos (que deve ser o que acabarei jantando). Não querendo ver isso, o nada, o tempo se esvaindo até chegar a segunda-feira e voltar pro trabalho. Fim de semana é mais difícil que semana?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *