CORTE NÚMERO 3

estou farto do canto de sombra
da esguelha de sombra comedida
e com vocabulário

estou farto de admitir o um pouco errado
de agir um pouco errado também
(mas só um pouco, meio de lado)

procuro a porta pra não repetir
a mesma bosta de sempre:
não há

se é preciso ser só
para ser sol
sejamos sós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *