A MULHER DA HISTÓRIA

ela mora num presente provisório 
desde que a infância de vôos desvaneceu 
e cada excessivo olhar arfante não mais a viu 

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *