ODES NETUNIANAS

vejo os homens retangulares 

em exercícios de vida regulares 
moldando-se em cubos de gelo 
métodos e ciências em cubículos de ser 
contidos se contendo e ensinando a se conter 
tomando ansiolíticos em vez de LSD 
e vendo novelas em TVs de LCD 
mas aí vejo você, tão perto 
e nada em mim pode não ser explosão e fogo 
mas aí vejo você, vulcão 
e numa frase apenas ouço a nona de Beethoven 
mas paro 
paro pois acredito ainda nos homens quadrados 
e no meu passado de dor e cegueira 
cegueira recorrente 
suicídios múltiplos 
embainho a espada 
e guardo meu máximo num poema 

5 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *