DA BELEZA

(Para Daniela Aragão)

nem as labaredas do bem  
nem as do mal 
esquentam essa tristeza abissal 

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *