SOU POETA!

perco a musa de espanto
jamais o poema
entretanto

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *