GUARDE:

900ea time 770255

aguarde
e guarde um coração
no meio dessas chagas
nas pausas entre o grampeador, o fax e as tentativas

hoje veio cheiro de mato
e paz
aquele cheiro de viagem de carro, sabe?
no mato mesmo de sempre
sempre sem cheiro de nada

depois, ao caminhar ao lume do sol
sobre pedras brancas
respirei pipoca de cinema
ouvi de leve Neruda
e vagante e vagaroso derreti-me ao futuro

aguarde
meu amor
signos e sinais
ou paixões abissais
são menos que cismas

o tempo
é nosso
momento

 

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *