QUASE 5 HORAS

a névoa de minhas memórias é morna
uma antiga casa carcomida
uma bola colorida maior que o mundo
uma árvore escura que gemia
passarinhos levando janelas abertas
calhas que me felicitavam na chuva
rede balançando a varanda, confundindo mosquitos
grilos anunciando armários brancos
primos, amigos, família e amores-plumas
dores pesadas
garrafas de plástico com mate
e eu nunca matei
nenhuma

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *