MANOELANDO

o topo do mundo tem rasteirezas e rãs
numa tarde ventarosa
descobri o orgulho inútil de ter nascido velho
(lá fora as multidões)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *