FOME AL DENTE

o frio hoje
me vence o sol
o molho do sol
o almoço que não
o macarrão quentinho
no monte de almôndegas
do mais alto monte de almônadas
meu canto quer rasgar minha paz em atos falhos
meu canto hoje quer mastigar a harmonia
e gritar sal na ferida filhaduma
só poesia pressa carne
carnal poesia crua
na ponta do dente
no rasgo da unha
(agir no mato)

a3044 macarraoreceita almondegas de frango com cabelo de anjo

8 respostas

  1. Vim visitar esse cantinho maravilhoso, e me encantei….Fábio…Vejo sempre seus comentários inteligentes no blog do Edson Marques, e hoje curiosamente cheguei aqui….e gostei muito…Claro que voltarei…Quem não gosta de retornar a lugares atrativos não é verdade?Parabéns menino!!!Marilis(lisa)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *