VAI GRIPE

vem poesia
volta
acende
me ascende
pro centro
do caos
que é a perfeição!

(ao longe se ouve o rugir de um dragão)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *