QUEDA E ASCENSÃO

eis a prece
da perfeita separação:
minha poesia emudece
e meus olhos atônitos
sobrevoam planícies curvas
buscando comunhão…

2 respostas

  1. Ai…nem diga, porque poética emudecida dói…dói daquela dor sem tamanho, que faz sangrar o peito…amei o poema…como uma luva!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *