PARA ÍGOR ANDRADE

parceiro
em teus versos cabe um mundo inteiro
no entanto vivemos nesse
outro mundo sem imaginário, topa tudo por dinheiro
imundo, triste, sem objetivo, solitário
somos irmanados de contradições, dores, pânicos e amores difíceis
aparentamos força
sofremos de orgulho
e o tempo tende a nos sobrar
tamanha nossa pressa
nossa vontade
mas em verdade vos digo
todo o melhor que temos
está em nossa fragilidade
(guarde-a sempre contigo
e vamos de mãos dadas)

4 respostas

  1. Porra, meu irmão, eu já estou lascado aqui… agora lascou tudo. Choro, mas choro de felicidade. Obrigado por tudo, meu irmão!Lindos versos!Abração!

  2. Bom demais, Fábio. Também gosto muito da poesia do Igor e essa dupla sensibilidade é um tesouro precioso que não se pode perder. Beijos aos dois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *