REDENÇÃO (OU CONCERTO PARA PIANO NÚMERO 5 DE BEETHOVEN)

sempre quis fazer um poema
com esse título
mas faltava a paz
a paz de enfrentar

4 respostas

  1. E continuas com o sorriso dos que estão em estado de graça.Um abraço e um sorriso, poeta.P.S.Por certo, Beethoven ficaria perplexo.

  2. Às vezes o poema chega antes da paz…Às vezes o poema é que faz a paz…às vezes, sim, é preciso paz para enfrentar! Um muito em poucas linhas você disse!Abraços,Tânia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *