FOTO RUIVA

caminho longe da verdade e das rosas
defino antes de acontecer
o que sou o que são e o que seríamos
fazendo estátuas com palavras moles
na cabeça no papel na tela no amanhecer

persigo distâncias
com uma espada antiga enferrujada
e o arrepender é de um brilho não tão raro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *