AR_TE CURA

(Para Natália Parreiras)

apresso poemas ruins e paixões difíceis

pois o atraso de respostas
pras perguntas que não tenho
(tudo tão maleficamente claro…)

pois as flores amarelas
serão sempre agora aqui
as esperas

pois se eu parar
para chorar
além da rima ruim
alagaremos

2 respostas

  1. Sua inspiração é incessante…Li todos os poemas que não tinha lido e esse último, especialmente destes versos:"apresso poemas ruins e paixões difíceis "além da rima ruimalagaremos"Beleza, Fábio. Beijo.

  2. Obrigado, Dri! No caos que esparramo espero que alguns versos se salvem… 😉 A quantidade grande aumenta as chances. rs Beijo enorme

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *