03/03 – POSSE

“(…) E posto isso, cabia a seguir qualquer atitude desesperada como casar, tentar o suicídio, fazer psicoterapia ou um concurso para o Banco do Brasil.” – Caio Fernando Abreu – Fragmentos, p. 8.

Estou na esquina repentina
entre o céu
e o abismo.

Venta
no
máximo.

Que eu olhe atentamente
esses últimos meses
e fique bem claro
o que POSSO
se devidamente
motivado.

3 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *