COMO NUM AQUÁRIO

De quando em vez
esteja com quem estiver
o som das vozes baixa
e entro num estado de solidão.

Minha voz se cala
não me prendo a nada
(que se veja, ouça ou sinta)
e alguma paz não há.

Essa é minha essência
meu escrever de alguma forma
se liga a esse templo.

Não é culpa
de ninguém.

Nem há como
fugir disso.

6 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *