KRYPTONITA NO INCONSCIENTE

Cair do mais alto
com a cara no mais chão
em sonho duro
e acordar pesado.

O fantasma.

O fantasma.

O fantasma.

O fantasma
sem vida
em sonho
me amarra
ao peso.

Arrasto ainda
essa âncora antiga
no lado escuro
da mente nua?

Arrasteço?

Arrastão?

Mas o tubarão
não para de nadar
mesmo perdendo sangue
e caramujos.

Essa corda cheia de musgos
em alguma hora silenciosa
vai arrebentar.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=Eu4QLu2ppsc&hl=pt_BR&fs=1&&w=425&h=344]

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *