LIBERTAÇÃO 2

O sol amarelo me dá poderes.

Eu sou hoje todo sorriso
quando penso em tua idade
não preciso de cerveja
pra urinar felicidade
bem na porta da igreja:
culpa, medo e maldade…

Virar a noite
em dia…

Até sem querer
até sem saber
toco vossa ovelha
e ela muda em gavião
porque a vontade do sim
sempre foi muito maior
que a vontade do não.

Meu universo:
eu transo em trova
sinto em prosa
e gozo em verso.

Ando sem pressa
na praia
e a gaivota
lindamente flecha
lindamente rápida
lindamente mata
o peixe submerso
(sem vaia).

Eu falo a língua da vida
e canto os ventos de maio
em vez de achar a saída
crio a passagem de um raio.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=EmGfrfx3muI&hl=pt_BR&fs=1&&w=425&h=344]

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=wOt1xPZCJF8&hl=pt_BR&fs=1&&w=425&h=344]

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=ZUOVPsd0XGg&hl=pt_BR&fs=1&&w=425&h=344]

6 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *