POESIA

Para Julia

No tempo de um dia perfeito
quando esse dia é o último dia
porque esse dia é o último dia
(que dia não é o último dia dele mesmo?)
caberia
toda a dança da eternidade.

Nasceu o dia
em que vivi.

Sem nódoa de mágoa
armas inúteis
defesas desgastas
fugas mentais…

Amando
apenas
amando
sem planos futuros
amando
sem motivos pré
amando
sem passado
amando
o bastante
pra ser apenas
esse dia.

Perfeito.
Nada mais.

3 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *