PERCE-VEJO

Almejo
a serenidade rósea
das cerejeiras
do Japão em mim.

Desquero a cor
errante de crepúsculos ocres
cantos rasgados de dor
dentes trincados
quebra de vidros
cacos de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *