DE NÚBIA

Núbia de nuvens
    de nuvens todos
 somos
        núcleos de nuvens imaginárias
                        leves leves tão leves
              que a sombra da pena da asa
do mais leve pássaro
   passando rente
desmancharia em chuva
       ou em choro
             toda a sua branquidão.

                          (Dilúvio).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *