ARMADURA DE OURO

Repensando em poemas antigos…

ARMADURA DE OURO
Para Gislaine Mirella

Nunca sinta:
“Você é tudo

pra mim.”

(Se sentir
não diga…)

Ninguém gosta
de quem se contenta
com pouco.


24/11/03 –

6 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *