PHOENIX

Novamente indo
aonde o medo aumenta
(longe, longe do conforto morto)
conversei em Inglês
com duas loiras australianas
que falavam Alemão
andando na ciclovia.

Não conheciam Nietzsche,
mas o céu estava particularmente lindo…

4 respostas

  1. Psssei, li e gostei do que li.Não resisti a comentar.Mas teriam mesmo necessidade de conhecer Nietzsche?Possivelmente saberiam muito de surfar e pegar onda.Realmente, com um ceu lindo, um sol brilhando, ou mesmo com uma lua redonda ou uma chuva de estrelas, quem se iria importar com Nietzsche?Só quem, passeando na ciclovia, olhava ao lonje o infinito abstracto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *